Menu

blog

Você já sabe, E DAÍ?

22
mar
  • blog
  • Nenhum comentário

Você já sabe que precisa cuidar da sua saúde, mas vive postergando as consultas que precisa marcar. Você sabe, inclusive, que alguns hábitos podem melhorar aqueles sintomas insistentes e, ainda assim, não se propõe a uma mudança efetiva.

Não é estranho quando nos deparamos com um profissional da área da saúde que não cuida da sua própria saúde? Alguns não mantêm bons hábitos, como o cigarro, por exemplo, e pensamos: “você também deveria se consultar”.

Aí vem o questionamento: “ele já sabe tudo o que precisa fazer, e por que não o faz?” Também te desafiamos: você já sabe, e daí? Você já conhece as “receitas”, por que não as coloca em prática?

O primeiro passo: Incolor e inodora. A água é um elemento tão simples e tão necessário. Mais de 60% do corpo de uma pessoa adulta é composto pela água. E é muito comum ouvirmos conselhos sobre a quantidade ideal de água que deve ser ingerida por dia. A maioria das pessoas é adepta à teoria dos dois litros de água diariamente. Mas será que isso vale para todo mundo?

De acordo com o portal do médico Dráuzio Varella, o consumo de água está relacionado ao nível de atividade física que a pessoa pratica, ao clima da cidade onde mora, ao seu metabolismo, peso, dieta e outros.

Portanto, observe as suas condições e comece a beber a quantidade correta de água por dia, isso irá refletir em todo o seu corpo. Cuide da sua saúde, isso faz parte do zelo que devemos ter como templos do Espírito Santo.

 

  • Quanto mais atividades físicas realizadas;
  • Quanto mais quente a cidade onde vive;
  • Quanto mais acelerado o metabolismo;
  • Quanto maior o peso…

Maior a quantidade de água que o seu corpo precisa!

UM DOUTOR CHAMADO GOOGLE

16
jan
  • blog
  • Nenhum comentário

Você já pesquisou informações sobre alguma doença na internet? Ou até mesmo buscou um “diagnóstico online” a partir de seus sintomas? Saiba que isso é muito comum, mas nem sempre seguro.

Frequentemente, o receio de estar enfermo, a procura por tratamentos ou a explicação do que causou a doença, nos faz recorrer a um “plantão à nossa mão”, também chamado de Dr. Google.

Uma pesquisa realizada recentemente por uma empresa relacionada à conteúdos digitais sobre saúde, o Minha Vida, revelou que 94% dos participantes buscam informações sobre a saúde na internet. Entre eles, os mais jovens são a maioria.

O site de buscas mais popular da internet, o Google, criou em 2016, em parceria com um hospital paulista, uma ferramenta que esclarece as dúvidas sobre centenas de doenças, a partir de quadros informativos que aparecem à direita da página, quando o internauta busca detalhes sobre a doença.

Um mecanismo válido, mas que não substitui a consulta com o seu médico. Por mais que as informações da web eliminem dúvidas superficiais, é indispensável o agendamento de uma conversa com um médico especialista.

Nos casos em que apenas um exame poderá confirmar a doença, somente o médico poderá requerer e analisar os resultados. Algumas pessoas, ainda, apresentam quadros de hipocondria, quando acreditam estar doentes, mas não estão, e podem ficar ainda mais angustiadas com a lista de sintomas de uma doença pela internet.

Por isso, depois de pesquisar sobre alguma doença na web, agende uma consulta com o seu médico para um diagnóstico válido e nunca se automedique. Use a internet a seu favor e cuide bem da sua saúde.

Aqui na Oitava nós temos um Ministério que cuida da saúde física dos irmãos, durante as programações da igreja. Em caso de dúvidas ou emergências durante os cultos, procure um profissional do Ministério Monte Sinai.

Novembro Azul

08
nov
  • blog
  • Nenhum comentário

“Não vou ao médico porque não tenho tempo”. “O trabalho me ocupa o dia todo”. Essas são frases comuns vindas do público masculino quando questionados sobre a causa de não procurarem orientação médica para cuidarem de sua saúde. Baseado nisso, o Ministério da Saúde, há vários anos, criou o NOVEMBRO AZUL, cujo objetivo principal é divulgar quais as formas de prevenção do Câncer de Próstata, que faz parte do sistema reprodutor masculino, uma vez que esse tipo de câncer acomete quase 500.000 homens por ano, só no Brasil.

O diagnóstico é realizado no Brasil de duas formas: pelo toque retal e pelo exame de sangue, verificando o valor do PSA (que é uma enzima produzida pela próstata). Isso precisa ser realizado anualmente em homens com mais de 45 anos, ou antes, caso tenha algum parente próximo (pai, irmãos, tios paternos) já diagnosticado com essa doença. É importante ressaltar que o PSA elevado não significa a presença do Câncer, pois ele pode se elevar em caso de infecções também. Daí a necessidade de buscar a ajuda do Urologista, médico especialista nessa área. O toque retal também é muito importante, porque a próstata é um órgão de consistência mole e o médico percebe qualquer endurecimento durante o exame.

Em sua fase inicial, esse tipo de câncer não apresenta nenhum sinal ou sintoma ou, às vezes, pode manifestar dificuldade de urinar e necessidade de urinar mais vezes durante o dia ou à noite. Na fase avançada, pode provocar dor nos ossos e sintomas urinários mais graves, como infecção generalizada ou insuficiência dos rins. Por isso a necessidade de buscar ajuda médica no início de qualquer alteração percebida por você, homem.

A indicação do tratamento vai ser avaliada pelo urologista, baseado nesses e outros exames complementares que ajudarão na melhor conduta e serão discutidos individualmente com cada paciente.

Os profissionais de Saúde do Ministério Monte Sinai estão à disposição para mais esclarecimentos e queremos incentivar a todos os homens a cuidarem do seu corpo, pois ele é o Templo do Espírito Santo!

 

Imagem: Internet

Denise Nascimento

Enfermeira voluntária – Ministério Monte Sinai

Campanha Outubro Rosa 2016                                                                            

26
out
  • blog
  • Nenhum comentário

A campanha do Instituto Nacional do Câncer, o Outubro Rosa, visa fortalecer as ações para o diagnóstico e tratamento precoce do câncer de mama. A recomendação do Ministério da Saúde é a realização da mamografia, em mulheres de 50 a 69 anos, uma vez a cada dois anos, mas caso haja necessidade de investigação de lesões suspeitas da mama, poderá ser solicitada em qualquer idade, a critério médico.

O autoexame pode ser feito mensalmente e se observar alguma alteração importante, a pessoa deve procurar seu médico para avaliação. Os principais sinais e sintomas do câncer de mama são:

  • Caroço fixo, endurecido e, geralmente, indolor
  • Pele da mama avermelhada, retraída ou parecida com “casca de laranja”
  • Alterações no bico do peito (mamilo)
  • Pequenos nódulos na região embaixo dos braços (axilas) ou no pescoço
  • Saída espontânea de líquido ou sangue dos mamilos

Ao identificarem essas ou outras alterações, as mulheres devem procurar imediatamente um médico mastologista, porém, tais alterações nem sempre são câncer de mama!

Cuide bem do seu corpo pois ele é o Templo do Espírito Santo!

 

Denise Nascimento   |   montesinai@oitavaigreja.org.br

Agosto dourado: Amamentação

23
ago
  • blog
  • Nenhum comentário

Nesse mês de Agosto, em todo o mundo, estamos comemorando a Semana Mundial de Aleitamento Materno, período dedicado à realização de atividades esclarecedoras e incentivadoras ao aleitamento materno. A amamentação exclusiva até o sexto mês de vida pode evitar a morte e o adoecimento de milhões de crianças em todos os continentes. Suas vantagens são inúmeras e reconhecidas por todos os órgãos mundiais que lutam pela preservação da vida de crianças, principalmente, até 5 anos de idade. Dentre elas está a preservação do meio ambiente, uma vez que é um recurso natural renovável, não necessita processo de industrialização evitando, assim,  a poluição e o desperdício.

Ainda podemos reafirmar que o aleitamento materno exclusivo fortalece o vínculo afetivo entre o bebê, sua mãe e sua família, tem a fórmula adequada às necessidades humanas, é gratuito, é o mais higiênico possível, evitando manipulações desnecessárias, já vem preparado e na temperatura ideal e, principalmente, porque possui imunoglobulinas, substâncias que fortalecem o sistema imunitário dos recém-nascidos prevenindo a ocorrência de várias doenças.

Por essas e outras vantagens, ajude a divulgar o aleitamento materno em todas as oportunidades possíveis. Fazendo isso, você estará ajudando a garantir vida saudável e evitar a morte prematura de milhões de crianças em nosso país.

 

Denise Nascimento   |   montesinai@oitavaigreja.org.br

DOENÇA RENAL: COMO SABER?

08
ago
  • blog
  • Nenhum comentário

Os rins são órgãos responsáveis pela filtração do sangue. Eliminando as toxinas pela urina, controlam a quantidade de sal e água do corpo, regulam a pressão arterial e produzem hormônios importantes para evitar anemia e doença óssea.

As doenças renais evoluem, muitas vezes, silenciosamente e tem diversas causas que, se não forem descobertas e tratadas a tempo, podem levar à perda da função dos rins, obrigando a pessoa a depender de diálise, hemodiálise ou transplante renal para continuar a viver.

Problemas que podem indicar presença de doença renal: diabetes, pressão alta, inchaço (rosto, pernas ou no corpo todo), sangue ou proteína na urina (urina espumosa), cólica renal causada por cálculos (pedras), infecção urinária que se repete e pele pálida ou anemias sem outras causas.

O Ministério da Saúde orienta que todas as pessoas devem fazer um exame de urina e creatinina no sangue, em algum momento de suas vidas, mas pessoas com os problemas citados aqui precisam fazê-los periodicamente. Você pode ter uma doença renal e não saber.

Cuide-se, pois seu corpo é o Templo do Espírito Santo. Em caso de dúvidas, procure um profissional de saúde do Ministério Monte Sinai e receba mais informações!

Denise Nascimento   |   montesinai@oitavaigreja.org.br

Férias… crianças com mais tempo livre e maior risco de acidentes!

25
jul
  • blog
  • Nenhum comentário

Em tempo de férias e com as crianças por mais tempo em casa ou brincando fora dela, torna-se necessário rever alguns cuidados básicos dos pais e cuidadores, com vistas à prevenção de acidentes graves e a manutenção da integridade de todos. Assim, sugerimos orientações:

– Não deixe seus filhos fora do ambiente doméstico, sem acompanhamento de um adulto, todo o tempo. Existem pessoas mal intencionadas de olho em crianças desacompanhadas. Meninas e meninos são vítimas atualmente de roubos, violência, assédio e abuso sexual e até de retirada de órgãos para venda no mercado ilícito.

– Se forem soltar pipas e papagaios, não permitam o uso de cerol nas linhas, pois eles são feitos de pó de vidro e podem causar sérios cortes e hemorragias levando a morte (os motoqueiros são as principais vítimas nessa época de vento e férias).

– Caso leve seus filhos a centros de diversões com brinquedos radicais, tenha certeza das normas de segurança, cintos de segurança, capacetes, coletes salva-vidas e outros que se fizerem necessário.

– No inverno são comuns passeios que oferecem fogueiras à noite: Mantenha as crianças numa distância segura do fogo e nunca as deixe sem o monitoramento de um adulto responsável.

– Em casa, não deixe embalagens de produtos de limpeza ou tóxicos sem rótulos e de fácil acesso às crianças. Mantenha-os em lugares seguros porque a meninada pode querer fazer alguma experiência ou brincadeiras que propõem a ingestão de produtos “ruins” ao paladar ou impróprios ao consumo humano (a internet tem divulgado cada vez mais esse tipo de desafio e muitas crianças já foram atendidas nos prontos-socorros devido a intoxicação severa de produtos, como detergentes, tintas, ácidos, etc.)

– Tenha certeza de que a parte elétrica de sua casa esteja segura, pois com o crescente uso de aparelhos eletrônicos entre as crianças, o manuseio de tomadas elétricas se tornou comum entre elas e o risco de choques elétricos também.

Cuide da segurança de seus filhos, pois eles são dádivas de Deus para você e neles habita o Espírito Santo!

Denise Nascimento   |   montesinai@oitavaigreja.org.br

Febre Maculosa: previna-se!

18
jul
  • blog
  • Nenhum comentário

As férias estão chegando e com elas opções de lazer e passeios. Muitas famílias optam pelo ambiente rural e campestre em sítios, fazendas ou em pousadas que oferecem atividades eco turísticas, a pé, de bicicleta ou em montarias a cavalo. Caso essa seja sua opção, leia com atenção essas dicas, pois a febre maculosa pode surgir se não houver cuidado.

A febre maculosa brasileira é uma doença infecciosa cujos sinais clínicos podem variar desde as formas leves, até as graves que levam a morte. É causada por uma bactéria transmitida por carrapatos (presentes em cavalos, cachorros, bovinos, dentre outros animais) e as evidências são início agudo, com febre elevada, dor de cabeça, dor intensa no corpo e prostração. Depois aparecem bolhas, conhecidas por exantema maculopapular, principalmente nas regiões das palmas das mãos e planta dos pés, podendo evoluir para manchas roxas na pele e hemorragias.

Ainda não há vacina disponível e, por isso, uma consulta médica urgente, diante dos sintomas e do relato de picadas de carrapatos, é essencial. A terapêutica apropriada, iniciada nos primeiros cinco dias da doença, fará com que a febre vá desaparecendo e a evolução, provavelmente, será benigna. As orientações para a prevenção consistem em:

  • Retirar os carrapatos do corpo da pessoa picada o mais rápido possível, para que o risco da transmissão seja menor.
  • Lave imediatamente a região afetada com água e sabão.
  • Evite ao máximo coçar os locais de picada.
  • Nos casos de contato com áreas com presença de carrapatos, recomenda-se o uso de mangas longas, botas e de calça comprida com a parte inferior dentro das meias, todos de cor clara para facilitar a visualização dos carrapatos, devendo após a utilização, colocar todas as peças de roupas em água fervente para a retirada dos mesmos.

Cuide sempre do seu corpo, pois ele é o Templo do Espírito Santo!

 

Denise Nascimento   |   montesinai@oitavaigreja.org.br

DIA NACIONAL DA IMUNIZAÇÃO

10
jun
  • blog
  • Nenhum comentário

O Dia da Imunização é celebrado anualmente em 9 de junho. O principal objetivo desta data é conscientizar a população sobre a importância de manter todas as principais vacinações em dia, diminuindo a probabilidade de contrair diversas doenças, como a caxumba, o sarampo, o tétano, a gripe, entre outras. O Ministério da Saúde do Brasil, como meio de lembrar a população da importância das vacinas, criou o Programa Nacional de Imunizações. A ideia é estabelecer um calendário nacional de vacinações contra as principais doenças que atingem crianças, jovens, adultos, idosos e gestantes.

A maioria das pessoas já recebeu algumas doses de vacinas durante a vida. Desde crianças, estamos acostumados com o ritual das gotinhas e agulhas e, embora nem sempre agradável, o fato é que são necessárias e são elas que promovem a imunização. Imunizar é tornar o organismo resistente e capaz de reagir à presença de certos agentes (doenças, venenos de animais e outros). Nós temos dois tipos de imunidade: a natural, desenvolvida pelo próprio organismo e que nos protege contra infecções e doenças, e a imunidade adquirida, aquela que o organismo desenvolve após receber vacinas e soros (imunização passiva).

O mais importante é você se informar em um centro de saúde sobre o calendário de vacinas gratuitas que estão disponíveis para toda a população. Existe um calendário de vacinas especificas para as crianças, vacinas que devem ser tomadas na adolescência, na vida adulta e para as pessoas maiores de 65 anos. Existem também vacinas usadas em situações esporádicas como a vacina antirrábica contra o vírus da raiva, quando alguém é mordido por um gato, cachorro ou morcego.

Cuide bem do seu corpo pois ele é o Templo do Espírito Santo !

 

Denise Nascimento   |   montesinai@oitavaigreja.org.br

Teste do pezinho: diagnóstico precoce que salva vidas!

07
jun
  • blog
  • Nenhum comentário

No dia 6 de junho, o Ministério da Saúde comemora o Dia Nacional do Teste do Pezinho. É um exame realizado em laboratório a partir de amostras de sangue retiradas do calcanhar do recém-nascido e colhidas em papel filtro. Deve ser feito entre o terceiro e quinto dia de vida da criança e mostra se o bebê possui alguma alteração que possa indicar uma doença de origem genética grave ou que se desenvolveu no período fetal (congênita). Esse teste já detecta seis doenças em Minas Gerais, dentre elas ohipotireoidismo congênito, a fibrose cística, a fenilcetonúria e a doença falciforme.

O sangue coletado é enviado ao NUPAD (Núcleo de Ações e Pesquisa em Apoio Diagnóstico da Faculdade de Medicina da UFMG), que posteriormente comunica o resultado. Em caso positivo, o Núcleo faz contato com a Unidade de Saúde que enviou o material e a família recebe todas as orientações sobre a doença e seu tratamento, gratuito pelo SUS.Uma vez confirmado o diagnóstico, a criança começa a receber os cuidados médicos necessários antes da ocorrência de mortes e do aparecimento de sequelas graves e sem chances de cura, como o retardo mental.

Se você conhece algum bebê que ainda não tenha feito o teste do pezinho, oriente a família encaminhá-lo ao centro de saúde mais próximo.

O Ministério Monte Sinai está à disposição caso haja alguma dúvida sobre saúde.

Cuide do seu corpo, pois ele é o templo do Espírito Santo!

 

Denise Nascimento   |   montesinai@oitavaigreja.org.br